ALCIONE | Grupo Tom Brasil
thumbnail
ALCIONE
Turnê: "EU SOU A MARROM"
17/11/2018 | 22h

No dia 17 de novembro, às 22 horas, a cantora ALCIONE estará no TOM BRASIL com o espetáculo “EU SOU A MARROM”, que faz parte do projeto de título homônimo – um comemorativo pelos mais de 45 anos de carreira. O show chega à casa depois de estrear no Engenhão (Estádio Nilton Santos), e passar por algumas capitais. ALCIONE será acompanhada pela BANDA DO SOL.

No roteiro do espetáculo, formatado com os maiores sucessos de sua vitoriosa carreira, ALCIONE irá interpretar “Estranha loucura”, “Meu ébano”, “Meu vício é você”, Não deixe o samba morrer”, “Você me vira a cabeça (me tira do sério)” e “Gostoso veneno”, dentre os inúmeros hits que não podem faltar em suas apresentações.

Ainda este ano, ALCIONE irá gravar um DVD com os hits mais emblemáticos, produto que fará parte do projeto “EU SOU A MARROM” (que contará com diversos outros ítens, como o lançamento de biografia, um longa-metragem e um musical inspirado em sua trajetória artística).
ALCIONE 2018 – Projeto “EU SOU A MARROM”

“EU SOU A MARROM” marca as comemorações pelos mais de 45 anos de carreira (46 agora) e 70 de idade da cantora maranhense que trafega entre os mais diversificados gêneros musicais esbanjando talento, suingue, emoção . “Eu sou a Marrom” é um projeto multifacetado, com ítens que serão lançados no decorrer deste ano: um documentário ( parceria da Marrom Music com a Documenta Filmes), a biografia da artista ( livro que está sendo escrito pela jornalista Diana Aragão), um musical (em parceria com a Fato Produções Artísticas), a gravação de um DVD ao vivo, e esta turnê com os maiores hits de sua carreira

A CARREIRA

Com 46 anos de carreira, 42 álbuns (entre lps e cds) e 9 dvds gravados, Alcione já ultrapassou a marca de oito milhões de discos vendidos; fez shows em mais de 30 países, e perdeu a conta de quantas vezes cruzou o Brasil de ponta a ponta com turnês prestigiadas pelo público, mídia, e lotações esgotadas. A cantora arrebatou, ao longo de sua trajetória, mais de 350 prêmios, entre nacionais e internacionais como o Grammy Latino; honrarias, títulos e comendas. Vale acrescentar que foi homenageada, este ano, no carnaval paulistano, pela Mocidade Alegre – com o enredo “A voz Marrom que não deixa o samba morrer”. A artista também é uma “campeã de audiência”, e está sempre encantando o público com temas inseridos em trilhas sonoras de novelas famosas. Atualmente, interpreta a canção” O mais belo dos belos” em “Segundo Sol”.

Recentemente, fez um espetáculo – elogiadissimo – no projeto “Inusitado”, na Cidade da Música, onde interpretava apenas canções em francês. Em 2017, por falar em desafios inusitados, paralelamente aos shows e carreira solo, Alcione dividiu palcos com artistas de várias gerações. Um deles, o “afilhado” Diogo Nogueira, em uma série que está superlotando as casas de espetáculos. Outro grande encontro foi no projeto “Vozes”, inaugurado durante os festejos do Círio de Nazaré, em Belém, Nele, duetos emocionados com Fafá de Belém e Daniel. Pela segunda vez, convidada a participar do Rock in Rio, emociono uma plateia de jovens que foram ao evento para ouvir rock e pop… cantando Samba! Aplausos do público e da crítica especializada. No templo do rock, fez-se, mais uma vez, rainha!!!.

NAS REDES
Amada por plateias de todos os quadrantes, faixas etárias, classes sociais e intelectuais, Alcione também faz questão de utilizar as novas mídias para aproximar-se do público. Público esse composto por uma multidão de seguidores conforme revelam os números, superlativos, de suas redes sociais: mais de 585 mil curtidas no Facebook, de 402 mil seguidores no Instagram, e mais de 84 mil no Twitter. E subindo…

 

CLASSIFICAÇÃO: 14 anos - Menores de 14 anos somente acompanhados dos pais ou responsável legal.