ALCIONE | Grupo Tom Brasil
thumbnail
ALCIONE
Turnê: "EU SOU A MARROM"
17/11/2018 | 22h

Com o seu mais novo espetáculo, “EU SOU A MARROM”, ALCIONE estará no palco do Tom Brasil, no próximo  dia 17 de novembro. O show contará com as participações especiais de Luciana Mello e Pedro Mariano.  As canções para os inusitados duetos entre a intérprete maranhense e seus jovens convidados ainda estão sendo selecionadas. A artista, como sempre, será acompanhada pela Banda do Sol.

“Eu sou a Marrom” traz  um desfile de hits inesquecíveis, e que ajudaram na formatação da carreira da artista. Com uma trajetória consagrada, cantora e instrumentista, Alcione trafega entre os mais diversificados gêneros musicais esbanjando talento, suingue, e, principalmente, emoção. Ela pode cantar samba, bolero, jazz, xote, reggae, música romântica ou qualquer outro estilo musical porque foi contemplada com uma das vozes mais poderosas e versáteis que o nosso país já conheceu. “Eu sou a Marrom” é um projeto multifacetado, com inúmeros itens que serão lançados até 2019: um documentário (parceria da Marrom Music com a Documenta Filmes), a biografia da artista (livro que está sendo escrito pela jornalista Diana Aragão), um musical (em parceria com a Fato Produções Artísticas,), e a gravação de um DVD ao vivo. Para coroar este  que  tem sido  o “ano da Marrom”, vale ainda lembrar que ela foi homenageada no carnaval paulistano pela Mocidade Alegre - uma das agremiações mais importantes da capital de SP – com o enredo “A voz Marrom que não deixa o samba morrer”.

“Eu sou a Marrom”, o atual projeto de Alcione,  teve seu pontapé inicial com o pré-lançamento da turnê, no finalzinho do ano passado, em um espetáculo realizado na Ribalta, Rio de Janeiro, que contou com as participações especialíssimas de Maria Bethânia e da Bateria da Estação Primeira de Mangueira.

A CARREIRA

Com 47 anos de carreira, 42  álbuns (entre lps e cds) e 9 dvds gravados,  Alcione já ultrapassou a marca de dez milhões de discos vendidos; fez shows em mais de 30 países, e perdeu a conta de quantas vezes cruzou o Brasil de ponta a ponta com turnês prestigiadas pelo público, mídia, e   lotações esgotadas.

A cantora, que arrebatou ao longo de sua trajetória mais de 350 prêmios, entre nacionais e internacionais como o Grammy Latino; honrarias, títulos e comendas, também é muito requisitada para campanhas publicitárias. Sua escolha como uma das titulares da turnê ” Nivea, Viva o Samba” - que levou multidões aos espetáculos iniciados na Praia de Copacabana - foi apenas mais uma comprovação do prestígio, credibilidade, e da empatia popular causada pelo nome da nossa querida Marrom. Por falar nos megaeventos realizados na Praia de Copacabana, Alcione, juntamente com Martinho da Vila, Diogo Nogueira, a cantora Iza, a Orquestra Petrobras Sinfônica e componentes de 13  das maiores Escolas de Samba do Rio,  participou, neste início de ano, do “Encontro do Samba”, realizado para comemorar a abertura dos festejos carnavalescos .

Outro belíssimo gol de placa nos últimos anos, foram as inclusões das músicas “Juízo Final”  em “A regra do jogo”, e  “Olha” em “A força do querer”,  telenovelas de sucesso  escritas por Glória Perez.  Agora, igualmente no cobiçado horário nobre, uma interpretação visceral para um grande “clássico” baiano: “O mais belo dos belos”.

Com uma carreira sólida e contemplada por um número incontável de hits, a intérprete jamais abdicou de enfrentar quaisquer desafios. Recentemente, fez um espetáculo – elogiadíssimo – no projeto “Inusitado”, interpretando apenas canções em francês. Pela segunda vez, convidada a participar do Rock in Rio, em 2017, emocionou uma plateia de jovens que foram ao evento para ouvir rock e pop… cantando Samba! O melhor do Samba! Aplausos do público e da crítica especializada, em uma unanimidade dificilíssima de ser atingida. No templo do rock, fez-se mais uma vez rainha!!!.

Sempre pronta a voos mais altos e intermináveis, ano passado, a Marrom “bateu uma perna pelo mundo” (conforme gosta de dizer).e realizou turnês pelos Estados Unidos, Portugal, Suíça, e já está agendando exibições em outros países da Europa e África. A regra geral permanece a mesma: aplausos, belas críticas e publicações que lotam páginas e páginas dos principais veículos da imprensa nacional e estrangeira. Espaços privilegiados que denotam sua importância artística, resenhas que evidenciam uma trajetória marcada pelo sucesso e amor à Mùsica.

E por falar em desafios e inusitados,  em 2017, paralelamente aos shows e carreira solo, Alcione também dividiu palcos com  artistas de várias gerações. Um deles, o “afilhado” Diogo Nogueira, em uma série que superlota as casas de espetáculos. Outro grande encontro foi no projeto “Vozes”, inaugurado durante os festejos do Círio de Nazaré, em Belém, Nele,  duetos eletrizantes e emocionados com Fafá de Belém e Daniel.

UM SONHO REALIZADO

Artista amada por plateias de todos os quadrantes, faixas etárias, classes sociais e intelectuais, Alcione também faz questão de utilizar as novas mídias para aproximar-se do público.  Público esse composto por uma multidão de seguidores conforme revelam os números, superlativos, de suas redes sociais: mais de 664.300 mil curtidas no Facebook, 670 mil seguidores no Instagram, e mais de 95 mil no Twitter.

Ano passado, mais um sonho realizado com o lançamento do. “Alcione Boleros”, Um DVD/CD ao Vivo com repertório mesclado entre canções em português, espanhol, clássicos e inéditas, O álbum, aguardado ansiosamente pelos fãs e recomendado pela imprensa especializada de todo o país, já se tornou mais um clássico na extensa galeria de êxitos da cantora.

Cantora virtuosa e absolutamente identificada com as chamadas “canções de amor”, Alcione consegue, com suas interpretações viscerais, chegar ao coração do público. Plateias que sempre acorrem aos shows e que deliram, emocionadas, principalmente quando a Marrom entoa os hits românticos.  Por isso, “Alcione Boleros” foi mais um projeto im-ba-tí-vel desta Diva que nos seduz, emociona e surpreende há mais de quatro décadas. Vale ressaltar que o projeto foi uma parceria da Marrom Music com a Biscoito Fino. A empresa, que cuida da carreira de Alcione, é dirigida por sua produtora e diretora de espetáculos Solange Nazareth.

CLASSIFICAÇÃO: 14 anos - Menores de 14 anos somente acompanhados dos pais ou responsável legal.