Paulo Gustavo e Déa Lúcia | Grupo Tom Brasil
thumbnail
Paulo Gustavo e Déa Lúcia
O Filho da Mãe
20/04/2019 | 21h30
21/04 | 18h

PAULO GUSTAVO INICIA TURNÊ DE SHOW MUSICAL COM SUA MÃE, DÉA LUCIA

‘Filho da Mãe’ resgata a carreira de cantora de Dona Déa e celebra a relação entre os dois

A estreia de ‘Minha Mãe é Uma Peça’ (2004) é um divisor de águas na carreira de Paulo Gustavo. O espetáculo o tornou conhecido nacionalmente e, após o início em um pequeno teatro, segue em cartaz até hoje em grandes casas para milhares de espectadores. Sua versão cinematográfica rendeu dois filmes e o recorde de 15 milhões de ingressos vendidos. Não é segredo que a personagem e o texto foram inspirados em sua mãe, Dona Déa Lucia, que também conquistou seus fãs com pequenas participações em projetos do filho.

Para celebrar esta relação tão especial, Paulo Gustavo e Déa Lucia estarão juntos em cena a partir de 6 de abril, quando se inicia a turnê nacional de ‘Filho da Mãe’, show musical em que os dois vão cantar e contar as – divertidas, é claro – histórias de tantos anos de convivência. Após a estreia estrategicamente agendada em Niterói, cidade natal da dupla, as apresentações seguem por Goiânia, São Paulo, Resende, Juiz de Fora, Belo Horizonte, Novo Hamburgo, Porto Alegre, João Pessoa, Recife, Rio de Janeiro e Curitiba. Em São Paulo, as apresentações serão  no Tom Brasil nos  dias 20 e 21/04/2019.

Com direito a uma super banda e direção musical de Zé Ricardo, o show nasceu da vontade de Paulo Gustavo resgatar o passado de Déa, que teve uma carreira de cantora até o início dos anos 2000, quando formou um grupo responsável por animar festas de casamento, eventos, bailes e até serestas. ‘Ela sempre quis ser cantora. Quando precisava nos sustentar, trabalhava em colégios durante o dia e cantava à noite, mas nunca fez um show assim, em teatro, com produção, cenário e banda. Quis dar este presente e fazer esta homenagem para ela’, conta o ator, que preparou uma superprodução para o primeiro encontro entre eles no palco.

A ficha técnica de peso conta com cenografia de Zé Carratu, iluminação de Marcos Olívio e figurino de Felipe Veloso. Ao longo do processo de ensaios, a dupla se dedicou a uma extensa preparação que inclui sessões de fonoaudiologia e muitas horas por dia com Zé Ricardo e a banda, quando se envolviam na concepção dos arranjos e na formatação do roteiro.

Acompanhados por André Siqueira (percussão) Claudio Costa (guitarra), Marcelo Linhares (baixo), Mauricio Piassarollo (teclado) e Wallace Santos (bateria), Paulo e Déa vão desfiar um repertório que remete à memória afetiva de ambos, além de alguns hits mais atuais. ‘Quem foi crooner sabe cantar de tudo e gosta de cantar de tudo. Vai ter espaço para muita coisa no show além das canções mais antigas. Tem bossa nova, mas também tem axé, samba e até funk’, enumera Déa, que ressalta a alegria de ter um desafio desse tamanho aos 72 anos.

Dividido por blocos temáticos, o show começa com standards de Bossa Nova, como ‘O Barquinho’ e ‘Lobo Bobo’, entre outras lembranças afetivas do passado musical deles, como ‘Faceira’, canção de Ary Barroso que Paulo gostava de ouvir a mãe cantarolar na infância. Entre uma brincadeira e outra, eles prepararam um set em que vão interpretar hits de boate, cada um de sua época. É quando se misturam sucessos de Wanderléa (‘Pare o Casamento’) com Anitta (‘Bang’) e Preta Gil (‘Sinais de Fogo’).

A ideia é que Déa e Paulo se divirtam no palco tanto quanto a plateia. O humor e a alegria – traços fundamentais na personalidade dela e inquestionável herança genética deixada para ele – dão o tom de toda a apresentação. Seja nas versões bem humoradas das canções, em duetos, nos cacos ou nas histórias que costuram todo o roteiro musical, a ordem é fazer a festa. ‘Ele acha que vou ficar sem graça com as brincadeiras, mas vou deixá-lo louco no palco’, promete Déa Lucia.

FILHO DA MÃE

FICHA TÉCNICA

Com: Paulo Gustavo e Déa Lucia
Direção Musical: Zé Ricardo
Supervisão Geral: Susana Garcia
Cenário: Zé Carratu
Iluminação: Marcos Olívio
Figurino: Felipe Veloso
Preparação Vocal: Fátima Regina
Videografismo: Arthur Carratu
Design gráfico: Ana França
Produção: Claudio Tizo

Músicos:
André Siqueira (percussão) Claudio Costa (guitarra), Marcelo Linhares (baixo), Mauricio Piassarollo (teclado), Wallace Santos (bateria)

Sobre a banda e o diretor musical:

Zé Ricardo: Cantor, compositor, instrumentista, diretor musical e curador artístico. É criador e diretor artístico do Palco Sunset do Rock in Rio desde 2008 e está à frente do palco em vários países do mundo, como Portugal, Espanha e Estados Unidos. Também é criador e diretor artístico do novo palco do Festival, o Espaço Favela. No teatro assinou a trilha sonora original de alguma das maiores bilheterias nacionais, como ‘Cócegas’, ‘220 volts’, ‘Hiperativo’, ‘Online’ e ‘Minha mãe é uma peça’. Também é autor de trilhas sonoras de algumas das maiorias bilheterias do cinema nacional: ‘Loucas pra casar’, ‘To Ryca’, ‘Minha mãe é uma peça 2’, ‘Farofeiros’ e ‘De pernas pro ar’.

André Siqueira: Percussionista formado pela Escola de Música Villa-Lobos, já gravou e acompanhou artistas como Carlos Lyra, Carol Saboya, Ivan Lins, Sandra de Sá, Baden Powell, Teresa Cristina, Glória Gaynor, Fafá de Belém, Blitz, Mart’nália, Martinho da Vila, Simone, entre outros.

Claudio Costa: Guitarrista e violonista com mais de 20 anos de atuação, já gravou e acompanhou artistas como Sandra de Sá, Marcelo D2, Toni Garrido, Mart’nália, Zé Ricardo entre outros. Também participou da gravação do Acústico MTV –Marcelo D2, Banda do Palco Sunset – Rock in Rio Brasil e Lisboa.

Marcelo Linhares: Baixista autodidata, já tocou e gravou com Emilio Santiago, Maria Rita, Cláudio Zoli, Ed Mota, Zé Ricardo e Davi Moraes.

Maurício Piassarollo: Pianista e arranjador, Diretor Musical do Padre Fabio de Melo, já tocou no Rock in Rio em várias edições, Musica Boa ao vivo temporada 1 e com  Toni Garrido, Sandra de Sá, Victor Brooks, Mart’nália. Compositor de trilhas de filmes nacionais de sucesso, como ‘Minha mãe é uma peça 2’, ‘De pernas pro ar 3’, ‘To Ryca’, entre outros.

Wallace Santos: Baterista, já tocou com Sandra de Sá,  Maria Rita, Padre Fabio de Melo, Zé Ricardo, Claudio Zoli, Davi Moraes,  tendo tocado também no Rock in Rio em várias  edições.

CLASSIFICAÇÃO: 14 anos - Menores de 14 anos somente acompanhados dos pais ou responsável legal.